A semente da leitura

Convite_email

 

O Centro Cultural apresenta à comunidade mais um de seus projetos: o “Um pé de livros”.

O projeto pretende homenagear as origens do Centro Cultural da UFTM e dar vida ao seu acervo literário, promovendo a livre circulação de obras diversas das literaturas brasileira e estrangeira por pontos de leitura espalhados na universidade e nas comunidades de Uberaba e região.

Os interessados podem pegar e devolver um livro, levar para casa, doar outro, repassar a um/a amigo/a, enfim, o importante é plantar a semente da leitura para que ela frutifique por aí!

Para marcar o início do projeto, haverá um evento de lançamento, quando os parceiros que vão receber as primeiras estantes poderão montar o seu acervo. Haverá, também, um momento especial de contação de história e um varal de poesias e cordéis.

O evento será no dia 18 de outubro, às 14h30, Auditório Rubi – Campus Univerdecidade

>> A entrada no auditório estará sujeita a lotação.

Os participantes que fizerem inscrição previamente receberão certificado.

Clique AQUI e inscreva-se.

Anúncios

“A terceira margem do rio”

O Centro Cultural da UFTM realizou a primeira edição do “Fala Mestre: diálogos interculturais” no mês de agosto e movimentou as comunidades universitária e uberabense.
O projeto pretende valorizar a cultura popular e ampliar as possibilidades de diálogo entre os saberes tradicionais e o conhecimento científico, dentro do espaço universitário. O tema desta edição foi “Tradição e ciência no ofício da produção de sinos de Uberaba”.
Para construir o diálogo, foram convidados dois “mestres”: um do saber popular, José Donizetti, dono da Fundição Artística de Sinos Uberaba; e o do saber científico, Herbert Alexandre João, educador do Instituto de Física da USP São Carlos, divulgador da ciência no cotidiano. Os dois convidados trocaram informações, fizeram experimentos práticos e responderam a perguntas do público. Juntos, eles demonstraram as diversas interfaces possíveis entre os saberes popular e acadêmico sobre o mesmo tema, evidenciando a riqueza desse tipo de troca.
30 08 2017 Fala Mestre (51)
José Donizetti (esq.), Danilo Kato (centro) e Herbert João (dir.) em uma rica troca de conhecimento no primeiro Fala Mestre
A chefe do Centro Cultural, Nilva Sales, foi a mestre de cerimônia da noite. Já a mediação da conversa ficou por conta do chefe substituto do Centro Cultural, Danilo Kato. “Acho que o evento foi fundamental para que tanto a comunidade acadêmica como a comunidade externa pudessem refletir sobre os processos de construção do conhecimento. A afinidade, sincronia e diálogo entre os convidados evidenciaram as possibilidades de uma ‘terceira margem do rio’ em que os saberes se entrelaçam para uma visão de mundo mais tolerante e responsável com o ‘Outro'”, explica Danilo, que também é professor no curso de Licenciatura em Educação no Campo e pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Educação na UFTM.
Além da troca entre “mestres”, a proposta do “Fala Mestre” é que ao final de cada encontro haja uma apresentação artístico-cultural que represente o diálogo em questão. Desta vez, este momento ficou por conta de um octeto da Orquestra Municipal de Uberaba, que executou três peças: “Prelúdio da Suite nº1” de J. S. Bach, obra que representa o som das catedrais na época de sua composição, século XVIII; e duas peças de compositores uberabenses, em uma referência às tradições de Uberaba, assim como os sinos: “Saudade”, de Mário Palmério; e “Maringá”, de Joubert de Carvalho.
A reitora Ana Lúcia Simões e a pró-reitora de Extensão Luciana Teixeira prestigiaram o evento, que contou também com a presença de cerca de 170 pessoas, entre alunos e professores universitários e da rede estadual de ensino de Uberaba, além de servidores da UFTM e pessoas da comunidade.
O vídeo completo do evento pode ser conferido clicando aqui.
Confira alguns registros do “Fala Mestre”. Todas as fotos desta matéria são do fotógrafo da UFTM Marco Clemente.

Este slideshow necessita de JavaScript.

 

Inscrições para o Fala Mestre

Você sabia que existem menos de 20 fundições de sinos reconhecidas pelo Vaticano em todo o mundo e uma delas está aqui em Uberaba?

Você sabia também que cada sino, ao ser tocado, emite uma nota musical específica?

Essas e outras questões estarão em diálogo na primeiro edição do Fala Mestre: diálogos interculturais.  O projeto, realizado pelo Centro Cultural da UFTM, pretende promover um bate-papo entre dois mestres: um do saber popular e outro do saber acadêmico, sobre o mesmo assunto. Desta vez o tema será “Tradição e ciência no ofício da produção de sinos em Uberaba”.

Nossos mestres deste diálogo serão:

José Donizetti da Silva – sineiro e proprietário da Fundição Artística de Sinos Uberaba. Já produziu mais de seis mil sinos desde que aprendeu o ofício com um imigrante italiano na década de 70.

Herbert Alexandre João – educador do IFSC USP São Carlos. Pesquisador da educação e divulgador da ciência no cotidiano, como a física nos instrumentos musicais.

Clique aqui para fazer sua inscrição.

Fala Mestre: diálogos interculturais
19h30
Auditório Safira – Av. Frei Paulino, nº 30, subsolo 2, bairro Abadia

Arte Final